banner 2 globo esporte (branco).png
banner 1 globo esporte (branco).png

O Gabarito #16: o clube mais antigo do Brasil

Dia do futebol brasileiro, traição de Figo, pênalti de Túlio na final da Copa América e mais.


O futebol, como conhecemos hoje, tem mais de 170 anos. O esporte, como um todo, é muito mais antigo que isso. Diversas modalidades são praticadas de forma organizada há mais de 200 anos, mas a disputa amadora existe há milênios. Portanto, o que não faltam são histórias, fatos e curiosidades que recheiam a memória esportiva pelo mundo. Aqui, a coluna Calendário tenta resgatar algumas dessas lembranças, em especial do futebol brasileiro. Mas o NesF quer mais. Por isso, se você esqueceu daquele jogo histórico ou se apenas quer saber a semana em que foi fundada a Federação Goiana de Futebol, para impressionar seus amigos, veio ao lugar certo. Com muita pesquisa e ajuda de estudiosos do esporte, como Rodolfo Rodrigues, Sílvio Lancelotti e Ferreira da Costa, entre outros, estão elencados abaixo os destaques selecionados para a semana de 19 a 25 de julho de 2020:


Figo, ainda com a camisa do Barcelona, antes de passar a defender o grande rival Real Madrid. (Reprodução/Twitter)


19 de julho

120 anos do Rio Grande: o clube mais antigo em atividade no Brasil que foi fundado para a prática do futebol é o Veterano gaúcho. Com 23 dias de antecedência à fundação da Ponte Preta, o Tricolor de Rio Grande – cidade próxima de Pelotas no litoral do Rio Grande do Sul – é o motivo pelo qual, no Brasil, o dia oficial do futebol é o dia 19 de julho. O clube foi campeão gaúcho invicto em 1936 e hoje joga a Terceirona estadual. Fundado em 1900, o Vovô é vital na história do futebol nacional.


20 de julho

90 anos da primeira vitória do Brasil em Copas: foram só dois jogos, como lembrado na semana passada, na campanha brasileira da Copa de 1930. A primeira vitória, um 4 a 0 sobre a Bolívia, foi marcante, mas esperada. Ambas as seleções desistiram da Copa América de 1929, no ano anterior, mas o time boliviano participou em 1927, ao contrário do Brasil, e foi o saco de pancada, sofrendo 19 gols em só três partidas. Na Copa de 1930, o time perdeu para a Iugoslávia pelos mesmos 4 a 0.


21 de julho

70 anos de Ubaldo Fillol: considerado um dos maiores, se não o maior goleiro da seleção argentina em toda a história, El Pato é um ídolo histórico do River Plate e do Racing, com boa passagem pelo Flamengo. Nascido em 1950, era o titular do título na Copa de 1978 e foi eleito o melhor goleiro do torneio. Coincidentemente, na mesma data, em 2015, morreu Dick Nanninga, autor do gol holandês que levou justo aquela final à prorrogação; o primeiro atleta reserva a marcar em uma final de Copa.


22 de julho

70 anos de Nelsinho Baptista: histórico lateral direito do São Paulo, Nelsinho virou imediatamente um técnico de sucesso, inclusive levando o Corinthians ao primeiro título do Brasileirão na história do clube, em 1990. Passagens vitoriosas por Sport, Athletico/PR, Goiás, Inter e o próprio São Paulo, o treinador rodou pelo país, também colocou Flamengo, Santos e Palmeiras no currículo, antes de ir ao Japão, onde se estabeleceu desde 2009. Atualmente, treina o Kashiwa Reysol, pela segunda vez.


23 de julho

25 anos do 14º título uruguaio na Copa América: a seleção brasileira, então detentora da Copa do Mundo, chegou como favorita ao Uruguai para a Copa América de 1995, comandada por Zagallo. E o time foi à final invicto, empatando apenas com a Argentina nas quartas e passando nos pênaltis. O rival Uruguai, maior campeão do torneio, só tinha empatado com o México na primeira fase. Túlio fez gol, a decisão terminou 1 a 1, mas o goleador bateu mal na disputa de pênalti; Uruguai campeão.


24 de julho

20 anos da transferência recorde e polêmica de Figo: o craque português deixou o Sporting para ir ao Barcelona em 1995. Na Espanha, se tornou um pilar de um timaço que tinha Ronaldo, Rivaldo e Kluivert, foi bicampeão espanhol e venceu a Recopa Europeia. Até que, em 2000, o Real Madrid pagou 62 milhões de euros e Figo foi para o maior rival por valor que superou o de Hernán Crespo como o mais caro até então. Em Madri, ganhou ainda mais títulos, incluindo a Liga dos Campeões.


25 de julho

5 anos do primeiro sorteio da Copa de 2018: após o fracasso de 2014, a esperança brasileira pelo hexa foi adiada mais uma vez. E já em 2015, a busca pelo título recomeçou para todas as seleções. Se para muitos, a Copa é apenas o torneio de fato, de quatro em quatro anos, para diversos países o início das eliminatórias já é parte do Mundial. E a anfitriã Rússia recebeu, em 2015, o sorteio para a qualificação, o que oficialmente, para a FIFA, abre os trabalhos. Para 2022, isso ainda não ocorreu.


 

#Brasil #Mundo #História


#Curiosidades #FatosHistóricos #Dicas #Calendário #RioGrande #ClubesHistóricos #CampeonatoGaúcho #DiadoFutebol #CopadoMundo #Uruguai1930 #Recordes #JogosHistóricos #UbaldoFillol #Argentina #Goleiros #Argentina1978 #DickNanninga #Holanda #JogadoresHistóricos #Técnicos #NelsinhoBaptista #CopaAmérica #Uruguai #Uruguai1995 #Pênaltis #Túlio #Seleção #TimesHistóricos #Títulos #Finais #LuísFigo #Portugal #Barcelona #RealMadrid #CampeonatoEspanhol #MercadodaBola #Transferências #Sorteio #Rússia2018