banner 2 globo esporte (branco).png
banner 1 globo esporte (branco).png

O Gabarito #7: São Paulo "rebaixado" e muito mais

Lembrando do Paulista de 1990, do primeiro título brasileiro do Fla, do Águia campeão e mais.


O futebol, como conhecemos hoje, tem mais de 170 anos. O esporte, como um todo, é muito mais antigo que isso. Diversas modalidades são praticadas de forma organizada há mais de 200 anos, mas a disputa amadora existe há milênios. Portanto, o que não faltam são histórias, fatos e curiosidades que recheiam a memória esportiva pelo mundo. Aqui, a coluna Calendário tenta resgatar algumas dessas lembranças, em especial do futebol brasileiro. Mas o NesF quer mais. Por isso, se você esqueceu daquele jogo histórico ou se apenas quer saber a semana em que foi fundada a Federação Goiana de Futebol, para impressionar seus amigos, veio ao lugar certo. Com muita pesquisa e ajuda de estudiosos do esporte, como Rodolfo Rodrigues, Sílvio Lancelotti e Ferreira da Costa, entre outros, estão elencados abaixo os destaques selecionados para a semana de 17 a 23 de maio de 2020:


Zico saúda a torcida do Flamengo na despedida, em 1989: com ele, o clube subiu de prateleira nos anos 1980. (Reprodução/Twitter)


17 de maio

20 anos do "Giannini Day": Giuseppe Giannini jogou quase 50 jogos pela Itália, semifinalista da Copa de 1990 e da Eurocopa de 1988. Na Roma, time de criança, foram 15 anos de devoção e taças. Após experiências outros times, houve um jogo de despedida em 2000, entre veteranos da Roma e da Itália de 1990. No intervalo, volta olímpica e muitas homenagens. Porém, parte da torcida invade o campo e depreda o estádio, em protesto ao título da rival Lazio, dias antes. O jogo não termina. O Príncipe, ainda assim, volta a campo para agradecer. Um ano depois, a Roma é campeã.


18 de maio

20 anos da morte de Domingos da Guia: talvez o maior zagueiro da história do futebol brasileiro, o Divino Mestre chegou, com a a seleção, às semifinais da Copa de 1938. Além do amado Bangu, o craque defendeu Vasco, Nacional de Montevidéu, Boca Juniors e, talvez principalmente, Flamengo e Corinthians. Ganhou taças em todos, mas jogou por mais tempo justamente nos times de maiores torcidas do país. Ele morreu em 2000, aos 87 anos, depois de sofrer derrame.


19 de maio

55 anos da maior goleada alviverde no Choque-Rei: a campanha do Palmeiras no Rio-São Paulo de 1965 foi contada aqui, mas é difícil destacar uma entre as várias goleadas aplicadas pelo time no campeonato. Foi o penúltimo jogo da fase decisiva, no entanto, que marcou para sempre o clássico contra o São Paulo. Após já ter tomado de 6 a 0 (em 1939) e de 5 a 0 (em 1956) do rival, era a vez do Verdão dar o troco. Um 5 a 0 que encaminhou o título e entrou para a história.


20 de maio

30 anos da repescagem do São Paulo no Paulista: o Campeonato Paulista de 1990 é um dos mais polêmicos da história, por trapalhadas da Federação na confecção do regulamento. Era a segunda tentativa em quatro anos de "criar", na caneta, uma divisão intermediária. O São Paulo ficou fora dos 12 classificados e iniciou a campanha na repescagem batendo a Ponte Preta, por 2 a 1. Porém, não foi líder do grupo e ficou de fora da fase final. Por isso, para muitos, o tricolor foi rebaixado. A ideia da nova divisão, no entanto, foi descartada. Em 1991, o São Paulo foi campeão.


21 de maio

40 anos da primeira semifinal nacional de Zico: o Flu tinha dois nacionais, Fogo e Vasco tinham um cada, além do Rio-São Paulo vascaíno, torneio que os outros dois haviam vencido três vezes. O cruzmaltino também era campeão continental. E o Flamengo seguia batendo na trave fora do estado, com apenas um regional. É que ainda não tinha aparecido um tal de Arthur Antunes Coimbra. Em 1980, o Mengão vence o Coritiba por 2 a 0 na semifinal do Brasileiro, jogo de ida. Dois gols dele. Na volta, permite o empate, mas se recupera, ganha de novo, vai à final e é campeão.


22 de maio

10 anos do último jogo oficial no Palestra Itália: palco de inúmeras partidas históricas do futebol brasileiro, incluindo finais de Libertadores, Mercosul e Copa do Brasil, o antigo Campo do Parque da Antártica Paulista foi fechado para reformas e, quando reaberto, em 2014, não era mais o mesmo. Houve uma despedida ao estádio da rua Turiaçu, com jogo festivo entre Palmeiras e Boca Juniors. A última partida competitiva, no entanto, foi em 2010, entre o Verdão e o Grêmio: 4 a 2.


23 de maio

10 anos do Águia campeão da Taça Estado do Pará: o Águia de Marabá bateu na trave em vários momentos importantes de sua história. Em 2008, ficou a um gol da Série B do Brasileiro e ganhou seu primeiro turno estadual, a Taça Cidade de Belém, contra o Ananindeua, antes de perder o título paraense para o Remo na finalíssima. Dois anos depois, em 2010, deu o troco: bateu o Leão na final do segundo turno, de virada. Porém, perdeu a taça de novo, desta vez para o Paysandu.


 

#Brasil #Mundo #História


#Curiosidades #FatosHistóricos #Dicas #Calendário #Giannini #GiuseppeGiannini #Roma #Itália #CampeonatoItaliano #Ídolos #JogadoresHistóricos #JogosHistóricos #Despedidas #Torcida #DomingosdaGuia #Craques #Flamengo #Corinthians #Seleção #CopadoMundo #ChoqueRei #Rivalidade #Palmeiras #SãoPaulo #RioSãoPaulo #Goleadas #CampeonatoPaulista #Polêmicas #Rebaixamento #Regulamento #Regras #Repescagem #Zico #CampeonatoBrasileiro #Títulos #PalestraItália #Estádios #JogosFestivos #Águia #CampeonatoParaense #Recordes